SOBRE MUDANÇA

O projeto Iguana

O projeto IGUANA centra-se na modernização do sistema escolar, na redução das taxas de abandono escolar e em garantir que as escolas contribuam efetivamente para que a UE seja “a economia mais competitiva do mundo”. A dificuldade principal é a resistência à mudança – ou “estagnação” – definida como “uma pessoa, uma família, ou um sistema social que persiste e reproduz um problema, apesar da vontade e esforço em alterar a situação”.

Adoção da Mudança

A adoção de novas práticas educativas não ocorre naturalmente, mas resulta de um trabalho árduo, de tentativa e erro. É importante reconhecer este facto e fazer um esforço para desenvolver informação que seja concisa, legível e directa, bem como garantir que esta chegue a pessoas que a podem utilizar. Eficácia na gestão de inovação e mudança exige um leque amplo de capacidades.

Deverão ser utilizados vários canais de comunicação para promover a adoção da inovação. Não se deve ficar à espera de um relatório, de uma apresentação, de um telefonema ou de uma conferência para alcançar o que se pretende. Os programas bem-sucedidos precisam de ser cuidadosamente concebidos e realizados. O contacto pessoal é um ingrediente crítico, devendo ser usado juntamente com bons materiais escritos e visuais. Estes materiais são inúteis sem uma compreensão das necessidades, limitações e problemas do utilizador.

Os responsáveis escolares podem promover a inovação ao examinarem as noções preconcebidas do utilizador sobre a maneira como as coisas devem ser feitas. Os funcionários colaboradores têm que ser recetivos à mudança, capazes de avaliar novas ideias de forma objectiva e de mudar a forma de ver os alunos, naquilo que eles poderão vir a ser.

Resistência à Mudança
A adoção de inovações envolve a alteração de comportamentos, bem como a aceitação da mudança. Há uma resistência natural à mudança por diversas razões.

As pessoas resistem à mudança:
Quando a razão para a mudança não é clara. A ambiguidade – seja sobre os custos, os equipamentos, ou os empregos – pode desencadear reações negativas entre os utilizadores.
Quando os utilizadores em causa não foram consultados sobre a mudança, sendo-lhes apresentada como um facto consumado. As pessoas gostam de saber o que se está a passar, especialmente se os seus empregos podem vir a ser afetados. Trabalhadores informados tendem a ter níveis de satisfação no emprego mais elevados do que trabalhadores não informados.
Quando a mudança ameaça modificar os padrões de relações de trabalho entre as pessoas.
Quando a comunicação sobre a mudança – horários, funcionários, verbas, etc – tem sido insuficiente.
Quando os benefícios e recompensas para efetuar a mudança não são vistos como adequados ao esforço exigido.
Quando a mudança ameaça os empregos, o poder ou o status numa organização.

Os decisores implicados serão mais recetivos à mudança:
Se as informações apresentadas coincidirem com os seus valores, crenças e atitudes atuais; Se compreenderem que a mudança trará mais benefícios que custos; Se a inovação implicar mudanças marginais e não totais aos seus pontos de vista ou vidas; Se demonstrarem uma evidente necessidade de inovação; Se a inovação for introduzida gradualmente, de modo a que as pessoas se possam ajustar à mudança.

O projeto Iguana aborda estas questões e oferece orientação e consultoria para a gestão destes programas de mudança, a que chamamos inovação educacional.

Veja este vídeo para aprender mais sobre o projeto Iguana

vimeo-poster

Os parceiros do projeto

O projeto IGUANA reúne parceiros de toda a Europa. A parceria envolve:

  • CEPCEP, centro de investigação da Universidade Católica Portuguesa;
  • Arcola Research em Londres;
  • Rede de Inovação Educacional Menon, em Bruxelas;
  • Ellinogermaniki Agogi, na Grécia;
  • Instituto Universitário de Matemática e Informática de Vilnius
  • Trinity College, em Dublin;
  • Serviços de Educação Contour em Surrey, Reino Unido;
  • Associação Europeia de Diretores de Escola.

Quer saber mais sobre o nosso projeto?
Por favor, visite o nosso portal para ler todos os nossos resultados e conclusões. http://iguanaportal.wikispaces.com/